Aninha:


"Sou quem sou, simplesmente mulher, não fujo, nem nego,
Corro risco, atropelo perigo, avanço sinal, ignoro avisos.
Procuro viver, sem medo, sem dor, com calor, aconchego,
Supro carências, rego desejos, desabrocho em risos..."

Angela Bretas - Soneto da mulher abstrata

+ Links

UG BUG

Releituras

Trilhas da Vida

Beijo de Chocolate>>
Amor de Alto Risco>>
Fonte do Amor>>
O amor está no quarto ao lado>>
Um coração em guerra>>
Cada Casa um Caso>>
Um amor, cem intenções>>


+ Meus Blogs


Minhas Histórias
O Diário de Carolina
Para Sempre em Minha Vida
Tão Iguais e Tão Diferentes
Meu Irmão Meu Amigo

Arquivos:

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

NÃO ENTENDI...


Não entendi...
O teu sorriso lindo
No dia em que te conheci...

Não entendi...
As tuas palavras doces
Sussurando dentro de mim...

Não entendi...
O teu olhar brilhante
Mergulhando dentro do meu...

E mesmo assim...
Retribui o teu sorriso,
Acolhi as tuas palavras
E mergulhei no teu olhar...

E depois ?
Ah... depois...

Novamente eu não entendi...
Por que você desistiu ????

Não entendi...

3 Escreva você também:

At 3 de agosto de 2009 09:53, Anonymous Bruna said...

Amei a poesia! Linda! Ultra-romântica! Parabéns pelo talento ou bom gosto!

 
At 3 de agosto de 2009 10:13, Anonymous Anônimo said...

MUITO LINDO... E MUITAS VEZES É PRECISO NÃO ENTENDER PARA APRECIAR AS BELEZAS DA VIDA OU NÃO.. SEMPRE QUEREMOS EXPLICAÇÕES DE TUDO OU QUASE TUDO... PRA QUE?!!
É PRECISO NÃO ENTENDER E EM RELAÇÃO ÀS PESSOAS - SE ELAS NÃO SE ENTENDEM PRA QUE VAMOS QUERER ENTENDÊ-LAS????
PASSE LÁ DEPOIS:
www.doisps.blogspot.com

 
At 3 de agosto de 2009 10:20, Blogger Rosangela A. Santos said...

Muito bom o poema queremos sempre entender tudo e pq, mas nem sempre sabemos nada. rsrs

abç

 

Postar um comentário

<< Home