Aninha:


"Sou quem sou, simplesmente mulher, não fujo, nem nego,
Corro risco, atropelo perigo, avanço sinal, ignoro avisos.
Procuro viver, sem medo, sem dor, com calor, aconchego,
Supro carências, rego desejos, desabrocho em risos..."

Angela Bretas - Soneto da mulher abstrata

+ Links

UG BUG

Releituras

Trilhas da Vida

Beijo de Chocolate>>
Amor de Alto Risco>>
Fonte do Amor>>
O amor está no quarto ao lado>>
Um coração em guerra>>
Cada Casa um Caso>>
Um amor, cem intenções>>


+ Meus Blogs


Minhas Histórias
O Diário de Carolina
Para Sempre em Minha Vida
Tão Iguais e Tão Diferentes
Meu Irmão Meu Amigo

Arquivos:

segunda-feira, 19 de abril de 2010

SER SANTA OU VAGABUNDA ?

Era uma vez uma menina cheia de sonhos, princípios e valores que acreditava em príncipe encantado que faria dela a mulher mais feliz do mundo. Um dia, essa menina conheceu um belo rapaz e acreditou que ele seria para sempre. Com o passar dos dias, o conto de fadas aconteceu ao contrário e o príncipe se transformou num horrendo sapo.


Foram muitas as noites que ela esperou em vão, toda arrumada sentada no sofá, ouvindo todos comentarem: “coitadinha!”. Então a menina santa se rebelou e no diabo de saias ela se transformou. O cabelo comprido em fio reto agora era curto e repicado cheio de mechas e as roupas antes tradicionais agora eram muito sensuais.


Aprendeu a fazer com os homens o que eles tinham feito com ela: brincar! Fazer deles simples objeto de desejo e diversão e para sua surpresa, era sempre a mais desejada! Todos a queriam e ela não queria ninguém!


Apesar de se mostrar uma mulher forte, madura e sensual, ela não entendia por que as coisas tinham que funcionar assim, mas existia o juramento: nunca mais ela sofreria tudo novamente!


O tempo passou e a menina estudou e se transformou numa grande mulher de negócios, trabalha e é realizada financeiramente! Tem o carro do ano e a conta bancária dos sonhos... mas não acredita no amor! Não acredita nas pessoas! E escondida, cheia de medo a apreensão, ainda vive a antiga menina que ainda se pergunta: Por que teve que ser assim ?

5 Escreva você também:

At 19 de abril de 2010 08:26, Anonymous vanessa said...

amei seu blog. as histórias são mto boas. continue assim!!

 
At 19 de abril de 2010 08:28, Anonymous Michelle said...

Porque o mundo é cruel, as pessoas são cruéis e não há "certo ou errado". É o grande purgatório da vida.

 
At 19 de abril de 2010 08:32, Anonymous Chico said...

É... mas é que eu estou em outro blog, por isso deixei, como eu gosto dele, e é o meu primeiro blog tive que deixá-lo conectado sem posta... vlw, lindo texto, assim nós nos perguntemos a onde esta a amor, será que ainda sera possivel amar, ou só nós mesmo é capaz de nós ama!?

 
At 19 de abril de 2010 08:34, Anonymous thays said...

Ei.. ual.. é a história da sua vida? Enfim, n tem q ser assim.. axo q sao as pessoas com quem nos relacionamos, as q escolhemos nos relacionar. Ando meio distante dessas coisas de meninos, namoro e etc.. mas axo q ultimamente por que eu quero.. mas mesmo assim.. sao as pessoas q escolhemos nos envolver q nos decepcionam ou nao.. só saber ver o q eh melhor pra vc.. ;D

 
At 19 de abril de 2010 17:36, Blogger Mendy said...

Olha, eu tenho esse pensamento tb.. eu costumo dizer que "a vida me fez assim"... uma mulher independente, que não prioriza mais os sentimentos e que não espera com tanta ansiedade, o principe encantado.... mas acho que no fundo, nos so queriamos ser salvas, e ter alguem pra cuidar da gente, pq ser muito independente cansa

 

Postar um comentário

<< Home